Gostou do artigo? Compartilhe!

Proteja seus dados: importância do backup periódico em mídia externa ao computador

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

A importância das informações médicas

As informações médicas das pessoas são dados importantes para o reestabelecimento da saúde, auxiliando através do histórico médico em diagnósticos futuros da própria pessoa e de parentes próximos, no caso de condições hereditárias.

As informações armazenadas em papel estão sujeitas a alguns tipos de risco: a perda de uma ou de várias anotações em uma pasta ou envelope, ou ainda o extravio de uma pasta para outra, é comum. Além disso, o acervo físico não conta com uma cópia de segurança. Neste quesito os sistemas informatizados apresentam uma vantagem enorme.

A grande vantagem do sistema informatizado

Os sistemas digitais, onde o prontuário é armazenado em bancos de dados, possuem vantagens imensas. Em primeiro lugar, o espaço físico para o armazenamento é mínimo, o acesso aos dados é feito de maneira ágil e no quesito segurança você pode contar com as cópias de segurança (backup).

Não perca seus dados: importância do Backup periódico

Com uma rotina simples você assegura a cópia dos seus dados

Os prontuários em papel correm um risco muito maior de serem adulterados, extraviados ou simplesmente perdidos, sendo praticamente impossível fazer algo para precaver estes danos. Já os sistemas informatizados oferecem rotinas simples que deixam você tranquilo quanto à perda de informações. O backup ou cópia de segurança é o que assegura a impossibilidade de perder os dados. No HiDoctor recomendamos que você utilize a cópia de segurança semanal - ou diária se você preferir - e a sincronização diária dos dados (via MedSync), que pode ser utilizada como um backup assessório. Lembre-se: a cópia mais importante e fundamental é a cópia física dos dados em mídia externa, que você mantém consigo mesmo, sem depender de nada e nem de ninguém.

Há realmente riscos de perder os dados?

Claro que há. Mas eles são minimizados se você tem sua rotina de backups. Com a expansão da internet houve o surgimento de diversos vírus e formas de invasão, além do fato de que o seu computador, como qualquer outra máquina, pode falhar e estragar. Você tem que dispor de uma maneira de recuperar suas informações caso algo aconteça.

Uma importante preocupação sobre este assunto é o fato dos ciberataques se tornarem cada vez mais comuns: apenas em 2015 foram detectados mais de 430 milhões de novos malwares, com uma média de 1,17 milhões de identidades expostas por dia na internet.

Além dos conhecidos malwares, spywares, trojans e outras cadeias de ameaças, uma modalidade não muito conhecida, mas ainda mais perigosa e se tornando popular é a dos ransomwares. Eles entram no sistema como qualquer outro tipo de vírus — anexados a um email, escondidos em um instalador ou aproveitando-se de brechas na rede — e inviabilizam tarefas vitais do dia-a-dia. O que um ransomware faz é "sequestrar" o computador, criptografando todos os arquivos de modo que o usuário não tem mais acesso a absolutamente nada. Os hackers normalmente pedem um "resgate" em dinheiro para descriptografar os arquivos e você poder voltar a usar o computador, com o detalhe que mesmo pagando não é garantia que isto irá acontecer. Em uma situação destas, você teria TODOS os dados de seu computador perdidos.

Se o backup dos dados é realizado periodicamente, mantendo uma cópia indepentente que esteja sob seu controle, você estará sempre seguro quando à perda de dados.

Como posso aumentar minha segurança para não perder os dados?

Para aumentar a segurança de suas informações você deve:

  • Instalar e utilizar uma solução antivírus atualizada.
  • Certificar-se de que seu Windows / MAC está sempre atualizado.
  • Evitar clicar em links e abrir anexos ou emails de pessoas que você não conhece ou empresas com as quais você não tem negócios.
  • Fazer regularmente o backup de seus arquivos importantes.

Alguns detalhes importantes sobre o backup

  • O backup deve ser realizado em uma mídia externa, como um HD externo, pen drive ou DVD.
  • A mídia externa contendo o backup deve ser armazenada em local seguro, fora do consultório, evitando assim que algum problema que ocorra localmente possa danificar também os backups.
  • O backup deve ser realizado periodicamente, preferencialmente ao fim de cada dia de trabalho, garantindo assim que nunca haja algum dia de trabalho sem backup realizado.
  • Ferramentas de backup automático de dados são interessantes, evitando que o backup deixe de ser realizado por esquecimento, por exemplo. Pesquise sobre soluções de backup e adote uma.

Para garantir a segurança dos dados de seu HiDoctor, recomendamos que seja realizada a sincronia diariamente, criando um backup online de seus dados, bem como o backup físico em mídia externa uma vez por semana ou no máximo a cada 15 dias. Veja como realizar backup no HiDoctor:

Clientes Centralx Clinic

Nos casos de clínicas, a perda de dados pode ser ainda mais impactante que em um consultório médico. O Centralx Clinic pode ter seu backup realizado através da ferramenta MySQL Administrator. A ferramenta gera o arquivo de backup do programa diariamente, de modo que você pode copiá-lo para a mídia externa. Veja mais detalhes sobre como fazer o backup do Centralx Clinic no manual:

 

Gostou do artigo? Compartilhe!