Gostou do artigo? Compartilhe!

[Série] Presença digital: como manter sua imagem online?

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

Nos posts anteriores da série, discutimos as estratégias para sua presença online e os principais canais que você deve investir num primeiro momento. Neste artigo, vamos abordar as técnicas para manter sua imagem online e se relacionar com seus pacientes.

Ao longo desta série, você percebeu que criar um perfil em rede social, estabelecer seu site e figurar nas buscas de catálogos online não é tão difícil quanto as pessoas imaginam. Cada dia mais você verá que o passo mais difícil é manter e fazer manutenção desses canais.

Como manter sua presença online

É certo que alguns dos canais que você criou não exigem fiscalização tão rigorosa, como seu site e perfis em diretórios online, mas a manutenção dessas informações é tão importante quanto colocá-las no ar.

As redes sociais, como você já sabe, precisam de mais atenção, postagens frequentes e respostas aos comentários e mensagens de paciente são essenciais para manter o canal.

O que publicar nas redes sociais?

Se você conhece seu público-alvo, sabe o que publicar para instruir, atrair e agradá-los.

Procure sempre pensar nas informações que podem ser úteis para as pessoas que acompanham sua página. Uma técnica nova em sua área pode ser extremamente relevante para você e seus colegas, mas seus paciente dificilmente irão entender de imediato o impacto da novidade na vida deles.

Aproveite para também compartilhar informações de saúde e bem-estar de outros sites que você considerar relevantes. Informações acompanhadas de análise ou comentários seus são mais apreciadas pelos pacientes.

Nas datas comemorativas, prepare postagens especiais. Atente aos dias de conscientização sobre certas condições e sobre sua especialidade da Medicina.

Procure sempre postar imagens no Facebook, elas garantem mais alcance à sua publicação. Lembre-se que as definições do CFM proíbem fotos com pacientes em caráter de autopromoção, antes-e-depois ou como forma de divulgação de métodos.

Há diversas ferramentas gratuitas online que facilitam a criação de imagens para publicação em redes sociais, como o Canva, Pablo para imagens e Easelly para infográficos.

Qual deve ser a frequência das publicações?

Tenha sempre em mente um planejamento de médio prazo. Publique com uma frequência definida – de nada vale fazer diversas postagens nos primeiros dias e deixar a página às moscas depois. Mantenha um padrão de publicação e procure sempre postar com a mesma periodicidade.

De uma a três postagens distribuídas pela semana é uma boa métrica para manter o engajamento de seus pacientes no Facebook e para indicar a potenciais novos pacientes que a fan page está ativa.

Além disso, é recomendado acessar suas redes sociais pelo menos uma vez ao dia para responder a mensagens pessoais que podem ser deixadas por pacientes via chat. Esse tipo de tarefa pode ser feita por sua secretária, pois em geral os pacientes fazem perguntas gerais, como o funcionamento e localização do consultório, ou como se preparar para os exames. Deixe sua secretária instruída quanto às perguntas mais comuns.

E os comentários dos pacientes?

Os comentários e as notas que os pacientes te dão online não devem ser temidos ou evitados. Isto porque eles podem lhe ajudar a melhorar sua abordagem e prática médica.

Em vez de ignorar e evitar esses comentários, você também pode usá-los a seu favor:

  1. Uma estratégia de construir sua reputação online aumenta a credibilidade e autoridade de seu consultório para pacientes atuais e potenciais.
  2. Quando um novo paciente chega a você, reviews funcionam melhor do que publicidade paga para seu consultório, porque funcionam como recomendação pessoal ou marketing boca-a-boca.
  3. Novos reviews positivos podem suprimir os atuais negativos que você encontrar a seu respeito.

Para isso, uma boa estratégia combina a manutenção da sua presença online com um atendimento mais humanizado:

  • Responda às perguntas e comentários de seus pacientes. Mesmo os comentários feitos em posts nas redes sociais. Demonstre que você se importa com a opinião de seus pacientes.
  • Utilize as redes sociais para engajar seus pacientes, encoraje-os a fornecer reviews online.
  • Dê atenção a seus pacientes. Tanto nas redes sociais quanto nas consultas do dia-a-dia. Um paciente não hesitará em dar um feedback negativo sobre a consulta a menos que perceba uma sintonia entre vocês.
  • Tente formas diferentes de contato para estabelecer uma comunicação médico-paciente resistente: envie mensagens de texto, seja solícito no atendimento e garanta que sua secretária esteja dando a atenção necessária no primeiro contato.

Conclusão

Neste e nos últimos posts da série, tratamos de como planejar, criar e gerir sua imagem online. Ao fim, estabelecer-se online não é uma tarefa custosa, mas exige um investimento efetivo de tempo e, ao cabo, uma posição humanizada frente a seus pacientes.

Criar e manter uma imagem online de nada vale se o atendimento no consultório é negligente e desatencioso. Uma reputação virtual só pode ser sustentada com um caráter real.

 

Confira os outros artigos da série:

 

Gostou do artigo? Compartilhe!